O Dr. Victor Marques de Oliveira participou como palestrante da VII Jornada Lyonesa no Brasil, explicando como a técnica de Nanofratura pode curar as lesões da cartilagem do joelho

A cartilagem articular é um tecido complexo, capaz de suportar forças estressantes, com pequena capacidade de cura, mesmo depois de um dano pequeno. Uma lesão na cartilagem do joelho apresenta uma probabilidade de regeneração mínima. Mais: a saúde e o funcionamento de uma articulação dependem da viabilidade da cartilagem. Sem cartilagem articular, ocorrerá artrose. A maioria dos defeitos da cartilagem raramente cicatrizam espontaneamente. Refazer (reconstruir) o tecido cartilaginoso é um desafio que pode dar maior qualidade de vida ao paciente com artrose nos joelhos. E o futuro envolve a nanotecnologia.

Não é de hoje que estudos e técnicas inovadoras motivam o intercâmbio de conhecimento em todo o mundo. E na ortopedia não é diferente. Entre os dias 25 e 27 de agosto, os mais renomados cirurgiões de Lyon (França) e do Brasil participaram da sétima edição da Jornada Lyonesa no Brasil, em Campinas (SP). Entre eles, o Dr. Victor Marques de Oliveira, do Genua, que acompanha anualmente o encontro. Palestrante no módulo sobre o Tratamento de Lesão da Cartilagem do Joelho, Victor ministrou a aula intitulada Nanofratura X Microfratura, Diferenças Técnicas e Resultados.

Dr. Victor palestra sobre lesões da cartilagem do joelho, na Jornada Lyonesa

Dr. Victor palestra sobre lesões da cartilagem do joelho, na Jornada Lyonesa

A Nanofratura  é uma técnica cirúrgica de reparação da cartilagem, na qual uma nova cartilagem será criada, preenchendo a falha que existia na superfície articular. Desta forma, reduziria o processo inflamatório e evitaria a evolução para a artrose.

Segundo o Dr. Victor, a técnica da Nanofrtaura é muito mais eficaz que a técnica de Microfratura e será incorporada ao arsenal médico em breve, possibilitando uma melhor qualidade de vida para os pacientes, prevenindo a artrose do joelho.