Sempre em movimento, Eliete Santos, uma corredora, reverteu uma indicação de cirurgia do joelho com uma segunda consulta. E, feliz, contou o que aconteceu nas redes sociais

Eliete Santos, uma bancária de 43 anos, estava fazendo o que gosta: correr. Empolgada, completou três meias-maratonas num curto período de tempo. Depois da terceira, a Meia do Rio, ela começou a sentir dores no joelho. Aí, veio a paulada (pelo menos foi o que ela sentiu): depois de uma ressonância, um diagnóstico de condromalácia que a deixaria fora do asfalto. Talvez, para sempre. Ela recebeu a bomba (ou melhor, a indicação de cirurgia), nenhuma orientação sobre o que estava acontecendo e (muito menos) alguma previsão de que depois da operação ficaria bem.

O mundo caiu. As dúvidas pós-consulta: “O que eu tenho? Não vou poder correr mais? Milhões de perguntas e sentimentos na cabeça de uma corredora, sem respostas”, conta Eliete. Ela teria de fazer artroscopia e ficaria parada. E isso não garantiria a volta às corridas. “Sai do consultório arrasada, assustada e pilhada. Estava sem dormir, só chorava e pensava que não poderia mais correr”, diz a corredora. Um amigo sugeriu uma consulta no Genua. Daí por diante, tudo mudou.

“Passei em consulta com o Dr. Carlos Frutos. As dúvidas foram sumindo com as explicações dele de que a condromalácia é comum entre as mulheres, de que o tratamento poderia ser feito com fortalecimento e medicação, diminuição de treinos e provas. E que, depois disso, poderia correr até uma maratona!”, recorda. “Hoje, a condromalácia (um diagnóstico fatídico num primeiro momento) não me preocupa mais. Sinto pouca dor depois de correr e sei que o fortalecimento está em primeiro lugar”, completa Eliete. Algumas das palavras dela no Instagram:
#genuainstitutodojoelho meu Deus, que felicidade ter encontrado aquele médico… como eu desejei ouvir aquelas palavras: “Você não precisa de cirurgia.”. Chorei na hora, vontade de agarrar médico, de gritar…

Clique para ver o depoimento completo de Eliete Santos

Entenda o que é condromalácia patelar

Uma lesão na cartilagem da patela, e que (literalmente) significa “cartilagem amolecida”. O amolecimento (e posterior degeneração da cartilagem) está relacionado com o uso excessivo, trauma direto ou indireto e alteração biomecânica da articulação patelo femoral. Muitas das vezes, a origem é idiopática (sem causa conhecida). A condromalácia representa uma causa comum de dor anterior no joelho. É mais frequente em mulheres — alguns estudos citam que de cada 10 mulheres com dor anterior no joelho que realizam ressonância, pelo menos 7 apresentam algum grau de condromalacia da patela. Menos da metade manifestam dor ou algum sintoma. Clique aqui para saber mais sobre a condromalácia

 

Antes de Portugal sagrar-se campeão da Eurocopa, uma dúvida pairava no ar: o craque e líder da equipe deixou o campo aos 25 minutos de jogo, dez depois de ser atingido no joelho por Payet, em uma disputa de bola. Cristiano Ronaldo ainda tentou voltar a campo, mas não deu. O que aconteceu? Essa era a pergunta de todos. “Muita gente me questionou sobre o que deveria ter acontecido com o joelho do CR7. Pela foto, dá pra ver que ele sofreu um trauma (pancada) na lateral do joelho com o pé fixo no chão. E, consequentemente, sofreu um trauma em rotação e valgo (alavanca) do joelho. Neste tipo de trauma, além da contusão na parte lateral do joelho, as estruturas da parte interna do joelho são comprometidas pela energia do movimento, sendo assim, ele pode ter lesionado o Ligamento Colateral Medial. Por isso, não deve ter continuado no jogo”, disse o Dr. Carlos Frutos nas redes sociais, ainda antes da partida ter acabado. Com o final da partida e a consagração da equipe portuguesa na Eurocopa, após a vitória por 1 a 0 sobre a França, neste domingo, no Stade France, veio o boletim da equipe médica da seleção: CR7 teve um estiramento no ligamento colateral medial do joelho esquerdo e deve ficar parado por pelo menos um mês.

Gol do Dr. Frutos! Seus seguidores comemoraram no Fb o tiro de letra de seu ortopedista e especialista. (veja abaixo)

Post Cristiano Ronaldo

Post Cristiano Ronaldo